Linha Karité – Pré-lançamento

karite body butter 1

Uma linha completa de produtos para cuidados com o corpo.
Nossos cosméticos são desenvolvidos para oferecer máxima hidratação, e por serem 100% naturais, garantem uma pele saudável, livre de processos alérgicos provocados por produtos com matérias primas sintéticas. De rápida absorção, formam um filme protetor impedindo a perda da umidade natural da pele.
Maciez incomparável desde a primeira aplicação.
Aguardem muitas novidades.
www.darluck.com.br
www.japudo.com.br
Cris Dargesso

karite herbal 1karite herbal 2 karite herbal 3

 

 

Japudo Barbear Clássico – Lançamento

Breve histórico

Como contei neste meu blog, iniciei na saboaria artesanal porque em 2009 comecei a fazer a barba seguindo o conceito do barbear clássico, o wet shaving – na época usava navalha,  e queria usar um creme de barba que fosse natural e vegetal, livre de derivados petroquímicos, deixando de usar os produtos industrializados.

Em 2010 fiz meu primeiro produto do barbear clásssico, o creme de barbear vegetal Clássico, que atendia o que desejava. Voces podem ver a foto do produto no Flickr: https://www.flickr.com/photos/saboariareservadasflores/4464541345/in/photostream/.

O processo de fazer esse creme de barbear foi postado em 2010 no forum de discussão de sabão em creme nos USA, é um tutorial completo que ainda hoje se encontra nos arquivos do grupo: https://groups.yahoo.com/neo/groups/CreamSoap/info

Em 2013 a pedido de membros do grupo Saboaria, de Portugal, foi desenvolvido um processo para fazer sabão de barbear por cold process, um modo simples e rápido, ao contrário do processo convencional por hot process.

Este sabão de barbear com sucessivos aperfeiçoamentos, foi submetido a um processo de seleção e reviews por uma empresa em Portugal e foi escolhido por essa empresa para fazer parte da sua linha de produtos para o barbear.

Lançamento novos produtos

Agora em 2014 temos a satisfação de anunciar uma nova linha de produtos do barbear clássico. Tem o selo de Japudo Barbear Clássico e será produzido e comercializado pela Darluck natural cosmetics e pela Japudo saboaria e cosmética (ex – reserva das flores).

linha completa

 

linha dar completa

A linha Japudo Barbear Clássico é natural e vegetal, feita artesanalmente, isenta de matérias primas de origem animal e sem derivados petroquímicos, constituida dos seguintes produtos:

Sabão de Barbear – hard shaving soap (puck)
Sabão de Barbear – soft shaving soap (croap)
Creme de Barbear – shaving cream
Sabão de Barbear Stick
Loção After Shave – splash
Balm After Shave – cream

São três tipos de aroma, todos com óleos essenciais:
Drake – predominância do aroma do óleo essencial de lavanda francesa
Tromp – predominância do aroma do óleo essencial de cedro folha
Trouin – predominância do aroma do óleo essencial de menta piperita

O nome dos aromas são nomes de corsários que fizeram a história, com proezas contadas em versos e prosas e no cinema:
Sir Francis Drake – inglês, 1540 – 1596
Martin Tromp – holandês, 1598 – 1653
René Duguay-Trouin – francês, 1673 – 1736

Estes produtos estão a venda nas lojas online
http://www.japudo.com.br/loja-online/comprar/
http://www.darluck.com.br/index.php?route=product/category&path=73_99

puck all

 

puck all tp

 

puck dar all

puck dar all tp

puck drake fora top

 

puck dar trouin fora top

 

croap jap + dar 520px

 

croap jap + dar tp 520px

creme jap + dar 520px

 

stick jap + dar 520px

 

 

locao jap + dar 520px

 

balm all jap 520px

 

balm all dar 520px
www.japudo.com.br
www.darluck.com.br

https://www.facebook.com/robertoakira.sugai
https://www.facebook.com/pages/Darluck-natural-cosmetics/593875224022751?fref=ts

Mousse de limpeza facial – pré-lançamento

P1040198 Rev

É com muito prazer e orgulho que apresentamos em pré lançamento nossa mais nova linha.
* Linha Facial Solution *
Elaborada com matérias primas selecionadas e ativos fitoterápicos para atender todos os tipos de pele, nos protocolos de higienização, tonificação e hidratação.
Nossos extratos vegetais de fabricação própria estarão em todos os produtos, somando qualidade e cuidado. Os resultados vocês sentirão na pele.
A DarLuck sempre inovando em suas pesquisas para oferecer o melhor em produtos, seguindo nosso conceito Natural.

Em breve estará a venda na Darluck – www.darluck.com.br

Máscara capilar – novo produto

mascara capilar all

 

Compondo a linha capilar, mais um produto, a Máscara Capilar.

A Linha Capilar Revita foi desenvolvida com ativos nobres 100% naturais que limpam, hidratam e nutrem os fios de maneira suave e equilibrada. A Máscara de tratamento intensivo reúne o que há de melhor em nutrição para cabelos secos e danificados. Com glicerina vegetal, proteina do trigo, vitamina E, e uma vasta escolha de manteigas e óleos nobres que proporcionam nutrição extra aos fios, destacam-se a Manteiga de Karité com propriedades regeneradora e emolientes, rica em vitaminas A,D, E e F age revitalizando e nutrindo os cabelos, Manteiga de Manga com propriedades emolientes e restauradora, Manteiga de Murumuru e Manteiga de Cupuaçú são altamente emolientes e  conferem brilho aos cabelos, Azeite de Oliva proporciona elasticidade aos fios evitando sua quebra, além de somar na hidratação, o Óleo de Abacate é rico em vitamina A, B1, B12, e C, magnésio, cálcio, ferro, promove hidratação extra aos fios, o Extrato Natural de Jaborandi  com propriedades  fitoterápicas atua aumentando a circulação sanguinea, previnindo a queda dos cabelos.

A Máscara de tratamento intensivo da linha Revita é o item indispensável para tratar os cabelos secos e danificados de forma rápida e eficaz, restaurando maciez, saúde e brilho. Usada em conjunto com os demais itens da linha, Shampoo balanceado e Condicionador Revitalizante, compõem um completo tratamento natural de restauração capilar. Seu aroma de óleos essenciais destacando Lavanda e Laranja Doce, deixam os cabelos perfumados naturalmente, promovendo sensação de bem estar.

Este produto está a venda na Darluck – www.darluck.com.br

 

Preparando ativos de plantas e ervas medicinais – Extratos

P1040059

Produzimos os nossos próprios extratos de plantas e ervas medicinais que usamos nos sabões e fitocosméticos.

Fazemos isso porque queremos ter controle sobre a qualidade das matéria primas que usamos nos nossos produtos e para estar harmonizados com o conceito de produto natural e artesanal que advogamos e praticamos.

Os extratos industrializados contém produtos sintéticos derivados de petroquímicos, tais como o solvente propilenoglicol e o antioxidante BHT – ButilHidroxiToluene, e por este motivo e também por nem sempre a fonte ser confiável, não usamos esses insumos em nossos produtos.

Usamos um processo eficaz de extração que confere aos extratos produzidos qualidade e confiabilidade.

P1040063

 

P1040066

 

P1040071

 

P1040072

 

Balm Pós Barba Menta

P1040027

Complementando a linha para o barbear, um balm pós barba natural, como opção aos clássicos pós barba do tipo splash. Somado às propriedades regeneradoras, umectantes e nutritivas do Aloe Vera, a presença do alpha bisabolol natural confere uma excepcional proteção antiinflamatória, cicatrizante e anti-séptica para a pele. Um refrescante aroma de óleo essencial de menta proporciona  o conforto após o barbear.

P1040017

Embalagem em vidro com sistema de spray proporciona uma aplicação fácil e cômoda, diretamente no rosto.

P1040020P1040022

P1040023

Disponível na loja online

Extrato de Baunilhas


P1030980

Estas vagens de baunilhas fornecidas pela Ane Walsh são as exuberantes grau A da Vanilla planifolia de Madagascar, as melhores que existem.

P1030984

Suculentas, carnudas, aromáticas, nada parecido com as raquíticas e secas que se encontram por aí.

P1030982

Para fazer o extrato alcoólico de baunilha foi usado álcool de cereais na proporção de 250 ml para cada 30g de vagem de baunilha. Este extrato pode ser usado para cosméticos e também para fins culinários.

P1030985

P1030990

As vagens são cortadas ao meio no sentido longitudinal para expor as sementes onde se concentra o aroma da baunilha.

P1030989

P1030991

Com a faca as sementes, chamadas de caviar, são raspadas removendo-as da vagem.

P1030992

Eu preferi picar as vagens após a retirada das sementes, mas pode-se deixa-las inteiras.
Cortando as vagens em pedaços pequenos você aumenta a área superficial e a extração é mais eficaz.

P1030994

Coloca-se  tudo no frasco com o álcool de cereais e agita-se vigorosamente. Eu usei um frasco de vidro claro para efeito das fotos, mas o indicado é usar um frasco de cor escura, verde ou âmbar para evitar o contato com a luz.

P1040008

P1040012Aqui está, agora é só esperar 2 meses e o extrato de baunilha estará pronto. Na primeira semana agita-se diariamente e depois ao menos uma vez na semana.

 

Shampoo e Condicionador – novos produtos!

P1030914Rev

Esta dupla de novos produtos se juntam para ampliar a linha de produtos cosméticos naturais.

P1030906 RevO Shampoo Balanceado foi formulado para proporcionar limpeza, hidratação  e nutrição com extrema suavidade devido ao uso de surfactantes vegetais e a presença de ativos cosméticos específicos para o cabelo.

P1030910 Rev

O Condicionador Revitalizante formulado com tensoativos de origem vegetal que resultam num produto capilar com um toque macio e textura suave que facilita o penteado por proporcionar adequada maleabilidade e desembaraçamento dos cabelos. A presença de óleos nutritivos associados ao ativos, restauram a película protetora e promovem o brilho e volume aos cabelos.

P1030917
P1030920Estes produtos se encontram a venda na loja online.

Loção pós barba – citrus lavanda

P1030864RevCompletando a linha de produtos para o barbear, uma loção pós barba tradicional (splash)  a base de álcool de cereais e mistura de óleos essenciais que lembra o aroma classico das antigas barbearias, o toque suave e refrescante dos cítricos somando ao vigor da lavanda e gerânio.

Produto 100% natural

P1030861RevCut

Este produto se encontram a venda na loja online.

Cosméticos naturais – lançamento!

P1030836É com muita satisfação que após seis meses de desenvolvimento e testes, estou lançando uma linha inicial de cosméticos – Creme Hidratante para o Corpo, Creme Hidratante para as Mãos e uma Loção Facial.

São todos produtos naturais de origem vegetal, isentos de qualquer derivado petroquímico e que seguramente seriam certificados como cosméticos naturais por qualquer das entidades certificadoras de presença global.

A dificuldade de desenvolver uma linha de produtos deste tipo aqui no Brasil, em escala artesanal, é a disponibilidade e a qualidade das matérias primas. É muito difícil obter os componentes principais e os ativos cosméticos de qualidade e confiança. Muito tempo foi gasto na procura das matérias primas adequadas e que atendesse os objetivo de desenvolvimento dos produtos cosméticos.

dimensoes cosmeticos verde tituloOs objetivos estabelecidos para o desenvolvimento dos produtos foram fundamentados nas dimensões que são usados corriqueiramente para se medir a eficiência e eficácia de um cosméticos. Isso podem ser medidos em 6 propriedades fundamentais – nutrição, proteção, penetração, aplicação deslizamento e oleosidade. A meta é conseguir o máximo nas cinco primeiras propriedades e o mínimo na oleosidade.

Acredito que consegui alcançar essa meta através da criteriosa escolha dos óleos, dos ativos cosméticos e do sistema emulsificante, desenvolvendo os três produtos 100% natural, isento de qualquer produto derivado do petróleo.

P1030823
P1030825
P1030827Estes produtos se encontram a venda na loja online.

Loção pós barba – bay rum golden

P1030845RevComplementando a linha de produtos para o barbear, uma loção pós barba tradicional a base de álcool de cereais e mistura de óleos essenciais que lembra o aroma classsico das antigas barbearias que, somado a um toque de Ron de Medellin 8 anõs extra-añejo, proporciona um produto diferenciado.

Produto 100% natural

P1030840Rev CutSe tiver interesse de compra visite a loja online.

Sabão do coco 100% para corpo & banho – pronto

P1020987 RevDepois de 3 semanas secando ficou pronto o sabonete de coco 100% para uso no corpo. A dúvida que tínhamos era se este sabão com superfatting de 20% para deixa-lo apropriado para uso no corpo, neutralizando um possível efeito de ressecamento da pele, fosse realmente um bom sabão para corpo e banho.
Já usei três dias seguido este sabao no banho e posso dizer que é sensacional, dos melhores sabões que já fiz/usei! Não resseca a pele, deixa uma sensação de pele tratada com um creme ou óleo, um aveludado muito agradável. Isso porque os 20% de excesso de óleo de coco é realmente um superfatting verdadeiro.
Todas as demais propriedades são excelentes, tem ótima dureza, e a espuma é fantástica! O óleo essencial de Massoia é muito bom, tem um poder de aromatizar fabuloso, aquele cheiro de coco fresco!
Cada pele é uma pele e não se deve generalizar, para mim foi muito bem, gostei muito, pode ser que nao vá tão bem em outras pessoas, mas de qualquer modo recomendo fazer este sabão.

IMG_0857IMG_0862P1020993 RevP1030002 Rev

O sabão no mundo dos petit pois

IMG_0308IMG_0368

IMG_0432Na moda e no fashion, as estampas de bolinhas chamadas de petit pois ou petit poás ou simplesmente, poás, que apareceram pela primeira vez em 1894 na Inglaterra, nunca sai de moda, e vira e mexe aparece com força total.

Particularmente gosto destas estampas e o estranho é que até então, não tinha visto o petit pois decorando um sabão. Já tinha visto algumas tentativas mas não a estampa original do poás.

Resolvi tentar fazer e conversando com a saboeira Mónica Carvalho, da Saponem Opera (https://www.facebook.com/SaponemOpera?hc_location=stream), ela me deu uma dica preciosíssima de como usar um material para fazer as bolinhas, sem a qual não seria possível avançar.

Este material são os canudinhos de refrescos, chamados em Portugal de palhinhas, feitos de poliestirenos ou de polipropilenos.  Os diâmetros mais comuns são os de 6 mm (refrescos e sucos), 8 mm (milk shake) e 9mm (turbo milk shake).

IMG_0253Primeiro você cria como será a estampa das bolinhas, criando um gabarito usando um software de desenho qualquer, levando em consideração o tamanho do molde e o tamanho das barras. Este é um molde de 9 x 15 cm que dariam 4 barras de 9 x 7,5 cm e espessura de 2,5 cm – as barras são cortadas horizontamente.

Em seguida você coloca uma camada de mais ou menos 2 cm de massa de modelagem em todo o fundo do molde. Pode usar algo roliço para estender a massa e deixar uma superfície plana. Eu usei aqui a massa de modelagem da marca Acrilex de uso profissional, mas pode servir as massas de modelagens para crianças, essas massas são bem mais fáceis de trabalhar, são mais moles.

IMG_0254Com a massa no fundo do molde, você posiciona o gabarito e com o auxílio de uma agulha você fura o papel e marca o centro de cada bolinha.

IMG_0258Posicione os canudos, neste caso foi usado o de 6 mm de diâmetro, bem no centro das marcas feitas, e pressione para ficar presa pela massa. Deixe os canudos bem na vertical, bem perpendicular.

IMG_0261Agora é só preparar a massa de sabão na cor de fundo desejada para a estampa de poás e deixe no trace bem leve para poder nivelar bem no molde. Isso é muito importante, se o trace for grosso, fica impossível o nivelamento e o trabalho fica comprometido, pois não é possível usar espátula para nivelar. Importante trabalhar a massa em baixa temperatura e com concentração de soda baixa, algo como 28 a 30%.

IMG_0264Este molde por ser de silicone não foi preciso revesti-lo. A quantidade de massa precisa ser calculada considerando a altura da barra acrescido de 1 cm para o acabamento nas duas faces, a de cima e a de baixo.

IMG_0267Depois de mais ou menos 3 horas ou no caso de ter formado o gel, depois de ter dissipado o calor, retire com cuidado os canudinhos da massa.

IMG_0270Importante é não retirar os canudos durante a fase gel ou com a massa ainda com calor formado, pois isso pode colapsar a cavidade ao retirar os canudos e inclusive fechar as cavidades.

IMG_0276Prepare as massas que vão compor as cores das bolinhas dos poás. Aqui foi usado o preto e o verde. Para verter nas cavidades é mandatório que a massa esteja no trace bem leve, caso contrario fica impossível preencher completamente as cavidades. Bata o molde para acomodar bem a massa.

IMG_0280Depois de 18 a 24 horas desenforme o sabão. Esta é a parte debaixo do bloco de sabão já com a base de massa de modelagem retirada

IMG_0285A base de massa de modelagem pode ser reutilizado se retirado com cuidado.

IMG_0289Depois é só cortar no tamanho das barras individuais. Aqui, em primeiro plano o que sobrou do acabamento e as quatro barras.

IMG_0292IMG_0294IMG_0295IMG_0317Este é um molde maior para 20 barras de 9 x 6 cm, já forrado com a massa de modelagem.

IMG_0322O gabarito posicionado para a marcação dos centros dos canudos. Neste caso um canudo de 9mm de diâmetro.

IMG_0323As marcações feita com uma agulha.

IMG_0325Aqui os 90 canudinhos de 9 mm de diâmetro presos na massa de modelagem.

IMG_0329É importante ir alinhando na medida em que for colocando os canudos.

IMG_0331A massa é vertida no molde.

IMG_0336Os canudo retirados e protos para receberem as cores que formarão as bolinhas dos poás.

IMG_0342Os canudo podem ser reutilzados bastando lavar e secar.

IMG_0344Foi usado várias cores e também base glicerinada vegetal tingidas com glitters cosméticos.

IMG_0350A retirada da massa de modelagem, um pouco mais difícil devido a camada baixa e ao tamanho maior.

IMG_0353Corte do bloco para a formação dos loafs, tudo seguindo o desenho inicial da disposição das barras. Foi usado um cortador vertical – a fio de corte fica posicionado na vertical, perpendicular à base do cortador.

IMG_0355IMG_0359O corte de acabamento nas faces dos loafs.

IMG_0363IMG_0367A quantidade de massa precisa ser calculada com certa precisão para evitar o desperdício de material no corte de acabamento.

IMG_0372Os três loafs de sabão petit pois.

IMG_0379As barras individuais.

IMG_0380revIMG_0384revIMG_0386IMG_0385IMG_0387revIMG_0392IMG_0393IMG_0394revIMG_0395IMG_0396IMG_0398IMG_0399revBase glicerinada vegetal transparente

IMG_0435IMG_0402revIMG_0410IMG_0416Este é com canudos de 8mm de diâmetro, um total de 120 canudos

IMG_0418Um sabão de carvão de bambú, sabão muito usado no Japão como detox da pele.
Neste sabão tive problemas ao antecipar a retirada dos canudos ainda com a fase gel em andamento fazendo que houvesse um colapso da cavidade e perdi metade da massa de sabão.

IMG_0423revIMG_0432É isso, as possibilidades são quase infinitas de combinar cores e materiais para se obter os petit poás, explorar outras inovações no preenchimento das cavidades.

IMG_0439

Sabão de óleo usado – por que não ser um sabão de primeira classe?

Normalmente aquele sabão que fazemos de óleo usado, reaproveitando o óleo e preservando a natureza, é sempre classificado como o sabão de “segunda classe”, aquele sabão relegado à limpeza geral, para lavar roupas e para a cozinha. É o sabão sem graça, sem cor e sem aroma, a não ser o cheiro de fritura, aquele que faz pouca espuma, espuma miúda e literalmente, se desfaz na água. Por que não fazer um sabão de óleo usado de “primeira classe” que tivesse aroma agradável, cor, espuma farta e grande, dureza e firmeza e que fosse digno de ser um sabão não só de limpeza mas eventualmente de banho também, por que não?

Por quase um ano recolhemos o óleo usado aqui em casa, antes dávamos para uma senhora que fazia sabão, uma mistura aproximada de 60/40 de canola e soja. O óleo após ouso era imediatamente colocado em um recipiente provido de uma peneira que retinha os sólidos e depois passado para frascos de plasticos onde o particulado fino era decantado por meses. Quando acumulou uns 20 litros, foi filtrado em papel sintético e separado do decantado, obtendo-se um óleo limpo, claro e isento de particulados e materiais liquidos insolúveis.

Foram preparados 6 lotes de 5kg de sabão por cold process usando 70/20/10 de óleo usado/óleo de palmiste/óleo de palma, SF de 5%. Um lote foi deixado ao natural, sem colorantes e sem fragância. Os demais, cada um recebeu uma cor de argila – verde, amarela, vermelha, rosa e azul, e as seguintes essências compatíveis com cold process – capim limão, baunilha, lavanda, floral e bergamota.

 

 

Shampoo em barra cabelo oleoso e corpo

Nesta formulação foram mantidos todos os óleos do shampoo em barra cabelo e corpo, que é mais indicado para cabelos normais e finos. Foi acrescentado 15% de óleo de côco ou babaçú ou palmiste, o que fica bastante adequado para cabelos oleosos devido a ação de limpeza destes óleos. Pela quantidade baixa, a ação de limpeza será bem suave mantendo as propriedades emolientes deste tipo de shampoo.

Para obter a cor rosa claro foi adicionado calamina, um mineral de óxido de zinco com uma pequena quantidade de óxido de ferro, que tem uma cor rosa pália e ação terapeutica  no condicionamento da pele. A cor normalmente se acentua um pouco à medida que o sabão seca.

clique aqui para fazer o download da fórmula

 

 

Shampoo de neem em barras

O óleo de Neem é conhecido por suas propriedades antibactérias e antifungos, mas também tem ação benéficas sobre algumas condições da pele como, acne, caspa, micose, psoríase e eczemas.

Esta é uma fórmula convencional de um shampoo para cabelos e também para o corpo, com predominância de óleo de abacate e oliva, ricos em oleico para um condicionamento suave da pele, palmiste em pequena quantidade para uma média ação de limpeza, palma para a dureza, mamona para a cremosidade e o óleo de neem com ação contra bactérias e fungos.

O óleo de neem tem um odor característico e pungente que foi minimizado com a mistura de óleos essencias de lavandin, litsea cubeba, tea tree, alecrim e limão siciliano. 

clique aqui para fazer o download da fórmula

 

 

Shampoo em barras cabelos & corpo

Este é um sabão artesanal vegetal e vegan, feito por cold process, um shampoo sólido para cabelos e corpo em forma de barras. Não é comum o uso de um shampoo sólido em forma de barras para o trato dos cabelos.

Na saboaria artesanal quando se faz um shampoo para cabelos, normalmente se faz um sabão líquido pelo método hot process. No sabão líquido sempre existe a necessidade de óleo de côco ou babaçú ou palmiste porque o laureato de potássio é o mais solúvel dos sais de sabão e confere ao sabão líquido a solubilidade necessária e também a transparência.

O óleo de côco por outro lado é conhecido por sua forte ação de limpeza, o que, dependendo da quantidade usada, pode ser até agressivo para a pele e principalmente, para o couro cabeludo, uma área de muita sensibilidade.

Como existe um limite para a quantidade de óleo de côco, não é possível formular um bom shampoo líquido para cabelos sem óleo de côco.

Pensando na possibilidade de fazer um shampoo em barras sem óleo de côco, passei a trabalhar numa formulação adequada para isso.

O objetivo era ter uma shampoo que tivesse o máximo de propriedades condicionadoras e o mínimo de agressividade à pele e couro cabeludo.

Lembrar que propriedade condicionadora significa principalmente emoliência e humectação, emoliência atuando como um lubrificante e humectação aumentando o conteúdo de água na pele.

Selecionei dois óleos com excelentes propriedades condicionadoras, o óleo de oliva e o óleo de abacate. O oliva é sobejamente conhecido por suas ótimas caracteristicas para a pele e o abacate também muito conhecido pelos benefícios aos cabelos, recuperando cabelos ressecados e deixando-os sedosos.

O óleo de palma cuja função principal é dar dureza ao sabão, foi eliminado para potencializar as quantidades do oliva e do abacate, que totalizam 70%.

Os 12% de óleo de mamona é uma quantidade razoável para ter uma boa cremosidade e espuma espessa. A principal função da manteiga de karité nesta formulação é dar um pouco de dureza ao sabão. O óleo de jojoba contribui em muito para o bom trato do couro cabeludo e sua quantidade é mantida baixa para não comprometer a dureza pois seus quse 10% de insaponificáveis derrubam a dureza. O açúcar está para auxiliar a melhorar a formação de espumas.

Esta formulação é bastante diferente, não usual, quebra as regras de uma boa formulação. É semelhante ao sabão 100% oliva onde predomina o oleato de sódio. Se colocar em uma calculadora que fornece as propriedades do sabão, como o Soapcalc, verá que é uma formulação “desbalanceada”, com uma proporção de insaturado/saturado de 80/20. Por exemplo, tem zero de limpeza, isto é claro, porque não tem côco, tem dureza abaixo do limite inferior sem o palma e a espuma no limite inferior pois o açúcar não entra nos cálculos. Em contrapartida tem um condicionamento  muito além do limite superior. Acontece que esta formulação é desbalanceada propositalmente, tudo foi elaborado para que desse um ótimo condicionamento sacrificando outras propriedades, dentro do aceitável.

Com a ausência de óleos saturados este sabão tem um defeito, muito similar ao sabão com 100% óleo de oliva. Quando molhado ele fica pegajoso e tem uma certa tendência a solubilizar mais rápido do que um sabão normal com palma e côco. Nada muito grave que deprecie o sabão, tomando os cuidados devidos para sabões deste tipo não haverá problemas. Este é o preço que se paga para ter o máximo de condicionamento para os cabelos.

clique aqui para baixar a fórmula completa

 Após uma semana de secagem fiz um teste de uso deste shampoo em barras. Todas as propriedades preditas foram alcansadas e em muitas delas superaram as expectativas. O shampoo depois de secar somente por uma semana já tem dureza suficiente para ser manuseado sem problemas. A massa é bem uniforme e sem granulosidade e aspereza (não tem côco). Tem farta espuma com bolhas médias, cremosidade típica do mamona e um razoável grau de limpeza. Deixa os cabelos soltos e sedosos. Cumpre as funções típicas de um bom shampoo e também, o melhor, é muito bom para o corpo. deixa a pele aveludada bem perceptível por um longo tempo após o banho. O shampoo realmente fica pegajoso após o uso mas seca bem e fica bom para o próximo uso