Shampoo em barra cabelo oleoso e corpo

Nesta formulação foram mantidos todos os óleos do shampoo em barra cabelo e corpo, que é mais indicado para cabelos normais e finos. Foi acrescentado 15% de óleo de côco ou babaçú ou palmiste, o que fica bastante adequado para cabelos oleosos devido a ação de limpeza destes óleos. Pela quantidade baixa, a ação de limpeza será bem suave mantendo as propriedades emolientes deste tipo de shampoo.

Para obter a cor rosa claro foi adicionado calamina, um mineral de óxido de zinco com uma pequena quantidade de óxido de ferro, que tem uma cor rosa pália e ação terapeutica  no condicionamento da pele. A cor normalmente se acentua um pouco à medida que o sabão seca.

clique aqui para fazer o download da fórmula

 

 

36 ideias sobre “Shampoo em barra cabelo oleoso e corpo

  1. Olá Ricardo, tudo bem? Dá para ver que você é uma pessoa minuciosa e dedicada. Parece que é um perfil dos japoneses hehe. Conhece a Sachi? https://supasoap.wordpress.com/
    Ricardo, gostaria de experimentar esse shampoo em barra. Sei que você não faz venda, mas seria possível calcular o frete e enviar pelo Correios? Eu arco com o valor do PAC. Ficaria bem feliz de experimentar um shampoo assim, ainda mais porque meu cabelo é oleoso =D

  2. Haha, desculpa Roberto!
    É uma atividade muito delicada para se fazer. Acredito que o investimento nos produtos, maquinaria, cursos e livros seria para uma pessoa que se identificou muito com a atividade. No momento só pensei em adquirir o sabonete e não fazê-lo. De qualquer forma, obrigada pelo incentivo.

  3. Olá Roberto!

    Estou sonhando fazer shampoo em barra, agora que já ganhei um pouco de experiência com o processo a frio. Acontece que estou usando um sabonete 100% oliva que fiz também para lavar o cabelo e o resultado tem sido bom, mas fiquei enculcado com a informação de que o PH de sabonetes é básico e de shampoo é ácido. Existe algum problema em usar sabontes para lavar a cabeça?

    • Milton,
      Nenhum problema usar sabão para lavar os cabelos motivado pelo pH.
      Dependendo do cabelo, o único inconveniente é o comportamento surfactante aniônico que o sabão tem.
      O mais adequado é um surfactante catiônico que não deixa os fios embaraçados

  4. Ola Roberto, boa tarde!

    Onde encontro a calamina em pó usada nesta formula? Ja procurei muito pela net e nao consegui nada. Poderias me dar uma sugestao?

    Abraços,
    Rubem Leite

  5. Prezado Akira,
    Em dada fórmula para cold process, tenho as seguintes porcentagens de ácidos graxos:
    láurico, 6%;
    mirístico, 2%;
    palmítico, 6%;
    esteárico, 8%;
    linoleico, 11%;
    oleico, 47%;
    ricinoleico, 19%.
    A relação entre saturados e insaturados está no limite de 60/40, portanto será um sabonete duro. Com sua experiência, você diria que se trata de uma fórmula adequada para pele oleosa?
    Muitíssimo obrigado pela resposta e por tudo que tenho aprendido neste site.

        • Duco,
          Composição de ácidos graxos:
          laurico – 5
          palmito – 16
          esteárico – 7
          ricioneico – 5
          oleico – 46
          linoleico -11
          linolenico – 3
          Relação saturado/insaturado = 32/68
          Propriedades do sabão:
          Dureza (29-54) = 31
          Limpeza (12-22) = 7
          Condicionamento (44-69) = 65
          Espuma (14-46) = 12
          Cremosidade (16-48) = 28

          Seu sabão tem deficiências de dureza, limpa pouco, faz pouca espuma. Precisa balancear melhor as propriedades.
          Pele oleosa não é adequado este nível de condicionamento, precisa limpar mais e fazer espuma suficiente para tirar a oleosidade.

    • Duco,
      Composição de ácidos graxos:
      laurico – 5
      palmito – 16
      esteárico – 7
      ricioneico – 5
      oleico – 46
      linoleico -11
      linolenico – 3
      Relação saturado/insaturado = 32/68
      Propriedades do sabão:
      Dureza (29-54) = 31
      Limpeza (12-22) = 7
      Condicionamento (44-69) = 65
      Espuma (14-46) = 12
      Cremosidade (16-48) = 28

      Seu sabão tem deficiências de dureza, limpa pouco, faz pouca espuma. Precisa balancear melhor as propriedades.
      Pele oleosa não é adequado este nível de condicionamento, precisa limpar mais e fazer espuma suficiente para tirar a oleosidade.

  6. olá sr Akira!
    Em primeiro lugar quero dizer que amo esse blog, tem me ajudado muito! Obrigada por mantê-lo no ar. :)
    Gostaria de saber onde o sr compra a calamina, não achei em lugar nenhum na net! Ou se o sr. faz porque li que calamina é oxido de zinco com um pequeno percentual de oxido de ferro. Se o sr faz, quanto seria esse percentual? Eu tenho esses dois oxidos em casa porque uso para colorir meus batons naturais.

  7. Olá tudo bem?
    Senhor Akira, nas minhas leituras sobre saboaria Artesanal, me deparei numa fórmula de. Shampoo em barra, onde foi adicionado Ácido Citrico, de acordo com a %, significava para cabelo oleoso/normal etc… Qual seria a função do Ácido Citrico na formulação do Shampoo em barra?
    O que difere em uma fórmula sabão e sabonete? Um grande abraço carinhoso daqui de Rondônia

Deixe uma resposta

O seu endereço de email não será publicado Campos obrigatórios são marcados *

Você pode usar estas tags e atributos de HTML: <a href="" title=""> <abbr title=""> <acronym title=""> <b> <blockquote cite=""> <cite> <code> <del datetime=""> <em> <i> <q cite=""> <s> <strike> <strong>