Shampoo em barra cabelo oleoso e corpo

Nesta formulação foram mantidos todos os óleos do shampoo em barra cabelo e corpo, que é mais indicado para cabelos normais e finos. Foi acrescentado 15% de óleo de côco ou babaçú ou palmiste, o que fica bastante adequado para cabelos oleosos devido a ação de limpeza destes óleos. Pela quantidade baixa, a ação de limpeza será bem suave mantendo as propriedades emolientes deste tipo de shampoo.

Para obter a cor rosa claro foi adicionado calamina, um mineral de óxido de zinco com uma pequena quantidade de óxido de ferro, que tem uma cor rosa pália e ação terapeutica  no condicionamento da pele. A cor normalmente se acentua um pouco à medida que o sabão seca.

clique aqui para fazer o download da fórmula

 

 

32 ideias sobre “Shampoo em barra cabelo oleoso e corpo

  1. Olá Ricardo, tudo bem? Dá para ver que você é uma pessoa minuciosa e dedicada. Parece que é um perfil dos japoneses hehe. Conhece a Sachi? https://supasoap.wordpress.com/
    Ricardo, gostaria de experimentar esse shampoo em barra. Sei que você não faz venda, mas seria possível calcular o frete e enviar pelo Correios? Eu arco com o valor do PAC. Ficaria bem feliz de experimentar um shampoo assim, ainda mais porque meu cabelo é oleoso =D

  2. Haha, desculpa Roberto!
    É uma atividade muito delicada para se fazer. Acredito que o investimento nos produtos, maquinaria, cursos e livros seria para uma pessoa que se identificou muito com a atividade. No momento só pensei em adquirir o sabonete e não fazê-lo. De qualquer forma, obrigada pelo incentivo.

  3. Olá Roberto!

    Estou sonhando fazer shampoo em barra, agora que já ganhei um pouco de experiência com o processo a frio. Acontece que estou usando um sabonete 100% oliva que fiz também para lavar o cabelo e o resultado tem sido bom, mas fiquei enculcado com a informação de que o PH de sabonetes é básico e de shampoo é ácido. Existe algum problema em usar sabontes para lavar a cabeça?

    • Milton,
      Nenhum problema usar sabão para lavar os cabelos motivado pelo pH.
      Dependendo do cabelo, o único inconveniente é o comportamento surfactante aniônico que o sabão tem.
      O mais adequado é um surfactante catiônico que não deixa os fios embaraçados

  4. Ola Roberto, boa tarde!

    Onde encontro a calamina em pó usada nesta formula? Ja procurei muito pela net e nao consegui nada. Poderias me dar uma sugestao?

    Abraços,
    Rubem Leite

  5. Prezado Akira,
    Em dada fórmula para cold process, tenho as seguintes porcentagens de ácidos graxos:
    láurico, 6%;
    mirístico, 2%;
    palmítico, 6%;
    esteárico, 8%;
    linoleico, 11%;
    oleico, 47%;
    ricinoleico, 19%.
    A relação entre saturados e insaturados está no limite de 60/40, portanto será um sabonete duro. Com sua experiência, você diria que se trata de uma fórmula adequada para pele oleosa?
    Muitíssimo obrigado pela resposta e por tudo que tenho aprendido neste site.

        • Duco,
          Composição de ácidos graxos:
          laurico – 5
          palmito – 16
          esteárico – 7
          ricioneico – 5
          oleico – 46
          linoleico -11
          linolenico – 3
          Relação saturado/insaturado = 32/68
          Propriedades do sabão:
          Dureza (29-54) = 31
          Limpeza (12-22) = 7
          Condicionamento (44-69) = 65
          Espuma (14-46) = 12
          Cremosidade (16-48) = 28

          Seu sabão tem deficiências de dureza, limpa pouco, faz pouca espuma. Precisa balancear melhor as propriedades.
          Pele oleosa não é adequado este nível de condicionamento, precisa limpar mais e fazer espuma suficiente para tirar a oleosidade.

    • Duco,
      Composição de ácidos graxos:
      laurico – 5
      palmito – 16
      esteárico – 7
      ricioneico – 5
      oleico – 46
      linoleico -11
      linolenico – 3
      Relação saturado/insaturado = 32/68
      Propriedades do sabão:
      Dureza (29-54) = 31
      Limpeza (12-22) = 7
      Condicionamento (44-69) = 65
      Espuma (14-46) = 12
      Cremosidade (16-48) = 28

      Seu sabão tem deficiências de dureza, limpa pouco, faz pouca espuma. Precisa balancear melhor as propriedades.
      Pele oleosa não é adequado este nível de condicionamento, precisa limpar mais e fazer espuma suficiente para tirar a oleosidade.

  6. olá sr Akira!
    Em primeiro lugar quero dizer que amo esse blog, tem me ajudado muito! Obrigada por mantê-lo no ar. :)
    Gostaria de saber onde o sr compra a calamina, não achei em lugar nenhum na net! Ou se o sr. faz porque li que calamina é oxido de zinco com um pequeno percentual de oxido de ferro. Se o sr faz, quanto seria esse percentual? Eu tenho esses dois oxidos em casa porque uso para colorir meus batons naturais.

Deixe uma resposta

O seu endereço de email não será publicado Campos obrigatórios são marcados *

Você pode usar estas tags e atributos de HTML: <a href="" title=""> <abbr title=""> <acronym title=""> <b> <blockquote cite=""> <cite> <code> <del datetime=""> <em> <i> <q cite=""> <s> <strike> <strong>