Sabão de óleo usado – por que não ser um sabão de primeira classe?

Normalmente aquele sabão que fazemos de óleo usado, reaproveitando o óleo e preservando a natureza, é sempre classificado como o sabão de “segunda classe”, aquele sabão relegado à limpeza geral, para lavar roupas e para a cozinha. É o sabão sem graça, sem cor e sem aroma, a não ser o cheiro de fritura, aquele que faz pouca espuma, espuma miúda e literalmente, se desfaz na água. Por que não fazer um sabão de óleo usado de “primeira classe” que tivesse aroma agradável, cor, espuma farta e grande, dureza e firmeza e que fosse digno de ser um sabão não só de limpeza mas eventualmente de banho também, por que não?

Por quase um ano recolhemos o óleo usado aqui em casa, antes dávamos para uma senhora que fazia sabão, uma mistura aproximada de 60/40 de canola e soja. O óleo após ouso era imediatamente colocado em um recipiente provido de uma peneira que retinha os sólidos e depois passado para frascos de plasticos onde o particulado fino era decantado por meses. Quando acumulou uns 20 litros, foi filtrado em papel sintético e separado do decantado, obtendo-se um óleo limpo, claro e isento de particulados e materiais liquidos insolúveis.

Foram preparados 6 lotes de 5kg de sabão por cold process usando 70/20/10 de óleo usado/óleo de palmiste/óleo de palma, SF de 5%. Um lote foi deixado ao natural, sem colorantes e sem fragância. Os demais, cada um recebeu uma cor de argila – verde, amarela, vermelha, rosa e azul, e as seguintes essências compatíveis com cold process – capim limão, baunilha, lavanda, floral e bergamota.

 

 

85 ideias sobre “Sabão de óleo usado – por que não ser um sabão de primeira classe?

  1. oi Roberto !
    Algumas dúvidas: desconto de soda ?
    onde vc encontrou essas essencias ?
    tenho um grupo produtivo e, na proxima aula, quero ensinar isso para elas…..sabe que 5 já estão ganhando $$$ fabricando sabão liquido, para limpeza e amaciante de roupas ?
    super obrigada,
    sua maior fã,
    Beth

  2. Pena (?) que não uso óleo. Nada de frituras aqui fazem anos (so easy, os filhos se mudaram).
    De vez em quando bate uma saudade do bolinho de arroz da mãe e uso a palma.
    Agora já sei o que fazer com o que sobra dela depois da fritura.
    Obrigada e ótima semana!

  3. Roberto, obrigada por compartilhar sempre ! O tico e o teco estão aqui me incomodando…………quanto de soda vc utilizou na receita ? Ok para cálculo do palma e palmiste mas aí entrou o óleo usado ! Brigadinha e um abraço !

    • Emilia,
      Para calcular a soda para o óleo usado considera como se fosse um óleo normal e o oliva, soja, canola e girassol, os soft óleo mais comuns, tem todos eles o mesmo indice de saponificação, 0,135g de soda para 1g de óleo. Se seu óleo usado for uma mistura qualquer dos óleos acima, pode considera 0,135g independente das proporções. O caso usei, para 100g de óleo, 13,6g de soda e 28,9g de água.

    • João,
      Eu não vendo nada, nem equipamentos e nem produtos. O que faço é divulgar a saboaria artesanal através das publicações no meu blog.
      O que vc pode fazer é consyruir o seu proprio molde e cortadores, as instruções e desenhos estão disponíveis para serem baixados.

  4. Olá, Roberto
    Bom dia!
    Parabéns pelo lindo trabalho e gratidão por compartilhar esse conhecimento conosco. Trabalho com argila terapêutica e alguns subprodutos, o que inclui alguns sabonetes, mas sempre fiquei na dependência de terceirização. Estou tentando me envolver diretamente neste processo e começando a estudar a saboaria (começando mesmo!). Acompanho o site já há algum tempo e fico cada vez mais e mais encantada…
    Paralelo a isso, faço um trabalho com a comunidade local de produção de sabão com óleo de cozinha usado. Apesar de ser feito com muito amor, é um trabalho ainda mais amador…
    Tenho encontrado alguma dificuldade no aprendizado desta “ciência” (é um mundo novo e cheio de informações para quem não tem formação alguma nesta área), mas encontrar um post falando sobre as minhas duas paixões (argila e o trabalho comunitário) definitivamente iluminou o meu dia…
    Novamente, obrigada.
    Paz sempre…

    • Mariana,
      Obrigado!
      O que vc precisar estarei à sua disposição no apredizado que vc está empreitando. Não necessariamente preciso qualquer conhecimento em área específica, basta vc fazer o seu primeiro sabão que vai sentir o quão fácil e apaixonante é a saboarai artesanal. Até mais!

  5. Akira,

    Que ótima ideia fazer sabonetes de óleo reciclados. Sabonetes finos sim, porque não? Pode parecer uma duvida boba, mas… o óleo depois de aquecido não tende a ficar rançoso? Isso não faria com que o sabão também corresse esse risco? Vc usou algum tipo de antioxidante?
    Muito obrigada e parabéns.

    • Mona,
      O uso do óleo em frituras em severas condições, alta temperatura e excesso de água no alimento sendo processado, pode ocasionar a oxidação tanto a hidrolítica quanto a lipídica.Os produtos desta oxidação ao ser saponificados transformam-se em sabão. A rancidez que pode gerar os efeitos indesejáveis podem acontecer no sabao já pronto se o sobreengorduramento for excessivo.
      Eu nao uso anti-oxidante, trabalho sempre com um óleos mais resistentes à rancificação e com SE de 5% o que minimiza a oxidação.

  6. o Sr deve ser o único rei de ouros da face da terra, q interessante.toda abundancia do mundo ( saúde, alegria, amor paz harmonia)pro Sr e sua familia

  7. Olá Roberto. Assisti o seu vídeo de como fazer sabão com óleo usado, foi a melhor orientação que já encontrei. Obrigado pela informação e parabens. É de pessoas assim que o Brasil precisa.

  8. Olá tudo bem, estou querendo vender sabão em barra para supermercados, armazéns etc. e gostaria de saber uma formula que a Anvisa aceite para a comercialização, caso não seja em comodo gostaria que me envia-se essa receita sua com os ingredientes e tal gostei muito da qualidade dos seu sabões muito bom parabéns mas eu li suas matérias sobre a fabricação mais não consegui ver as receitas poderia me enviar ?

    • Wesley
      Faça você a sua formula. Basta a quantidade de soda e multiplica por 0,135 e vc terá a quantidade de soda necessária. A quantidade de água pode ser igual a quantidade de soda. Pronto, sua fórmula está pronta

      • OK Obrigado Vlw mais tenho uma duvida
        vc escreveu ! quantidade de soda e multiplica por 0,135″ a soda em que se refere não seria o óleo ? essa sua formula é a da postagem – Sabão de óleo usado – carbonato de calcio ?

  9. Oi Sr. Roberto, primeiramente gostaria de parabenizar pelo site e explicações são ótimos até pessoas idôneas ao assunto como eu aprendem muito, ao pesquisar sobre receitas de sabao caseiroencontrei uma em que a pessoa nao usa agua, e usa soda liquida 50%, gostaria muito de fazer o sabao de sua receita mas com a soda liquida de 50%, como ficaria a receita, aguardo e muito obrigado

    • Marios,
      Se vc vai usar a soda líquida a 50% é só converter. Por exemplo, um sabão de óleo usado ou novo, para cda 100g de óleo usaria 13,5 g de soda pura.
      Isso porque o indice de saponificação do óleo usado ou novo de soja, canola ou girassol é 0,135 g de soda para cada grama de óleo.
      Para usar a soda liquida a 50% vc faz: 13,5/50 * 100 = 27g.
      Deste modo vc poderia usar 27g da soda liquida a 50% que daria os 12,5g de soda pura sólida.

  10. Boa noite, Sr. Akira.
    Fiquei com dúvidas em relação aos corantes: é citado “cor de argila” no post. Nesse caso, foi utilizada a argila (rosa, azul, verde…) para dar cor ao sabão? Se não, qual o corante utilizado e em qual proporção? Muito obrigada.

  11. Sr. Akira
    Agradeço a sua contribuição à minha busca de conhecimentos na saboaria artesanal. Sou neófita no assunto e pretendo me dedicar a essa prática. Qual a proporção de argila utilizada como corante no preparo de sabão com óleo usado? É o mesmo das fórmulas (são citadas de 0.10% a 1,05 de colorantes)? Se utilizada em demasia, a argila contribui para uma textura mais firme/dura do sabão? Muito obrigada!

  12. Akira, bom dia
    Gostaria de saber se você vende sabão de oliva para feltragem molhada (lã Merino) ou se ensina alguma fórmula que eu, leiga no assunto, poderia fazer em casa. É muito bom saber que você transmite todo o seu conhecimento e atenção para todos. Muito obrigada!

    • Eunice,
      Não tenho este tipo de sabão a venda.
      Para feltrarem é melhor um sabão que tenha mais dureza e faça mais espuma do que o sabão de oliva 100%>
      Qualquer fórmula disponível no blog pode servir para vc fazer e usar na feltrarem.

      • Akira, agradeço pelo seu comentário. Então, futuramente, comprarei algum sabão/sabonete que você vende para utilizar na feltragem – você pode me indicar algum?. Na realidade, esta lã que adquiri é para fazer cabelo de boneca encaracolado (a lã separada em mechas é molhada na água bem quente misturada com um pouco de sabão de oliva ralado, enrolada em palitos e após seca, ficam os cachos – dizem que não desmancha) por isso da minha pergunta.

  13. Boa Noite, tenho uma lanchonete e todo semana dou o óleo para uma senhora que faz sabão , queria saber mais a respeito desse assunto e se se existe uma linha de equipamentos para transformar esse óleo em sabão.
    Grato,

    BRUNO TADEU.

  14. Boa tarde Professor, mais uma vez venho colocar lhe uma questão. Tenho restos de Sabão , aparas etc… e queria usar para fazer sabão liquido para lavar a roupa na maquina de lavar. procurei na net e aparece uma receita que é o seguinte, sabão ralado 400gr., 250 gr de Carbonato de Sódio e 500 gr de Borax, e 16 litros de agua.

    Tenho duvidas se esta receita esta equilibrada e tb não consigo perceber a diferença entre Borax e Carbonato de Sódio?? existe alguma receita, formula para aproveitar as aparas do sabão para sabão liquido da roupa?? aguardo a sua resposta Obrigado
    Cumprimentos
    Germana

    • Germana,
      Veja um post que está no blog de um sabão em pó para lavar roupas.
      Sabão “liquido” feito de sabão de sódio (barras) tem o problema de não se manter liquido permanentemente pois o sabão de sódio não é solúvel.
      Para fazer um bom sabão liquido teria que fazer usando hidróxido de potássio

  15. Roberto,
    Gostaria de adquirir apostila de sabão para lavar roupa em barra e líquido.
    Vc poderia fornecer para compra?
    Obrigada
    Vera

  16. Olá Roberto,

    Antes de mais nada obrigada pelo blog! Muito rico!! 😀

    Qual o ph ideal para um sabão de óleo usado (para louça/roupas)? Seria o mesmo que um sabão normal, abaixo de 10?

  17. Boa tarde! Por favor, uma dúvida. Qual a essência ideal para o sabão em barra? Tenho feito teste com essência para desinfetante e não dá certo, descobrir por causa do brancol que fica em cima. Muito obrigado amigo.

  18. Olá Roberto! Estou juntando há bastante tempo todo o óleo usado de cozinha que utilizo. O problema é: no começo, eu só utilizava óleo de algodão para cozinhar, mas depois troquei por azeite de oliva, então na minha garrafa de 1L eu tenho uma mistura dos dois, e nem sei determinar que tipo de óleo prevalece sobre o outro em quantidade. Consultei no google e vi que o índice de saponificação do óleo de algodão é significativamente mais alto do que o do azeite de oliva… Minha pergunta é: ainda dá para utilizar essa mistura de óleos para fazer o sabão, existe uma solução nesse caso para estimar um índice de saponificação mais adequado para essa mistura?

    • Priscilla,
      O indice de saponificação do óleo de algodão e do oliva são praticamente iguais – oliva, 0,135g NaOH/g óleo e algodão, 0,138g NaOH/g óleo.
      Aliás, a maioria dos óleos insaturados tem o índice de saponificação quase iguais que é de 0,135.
      Porisso é possível fazer o sabão com óleo usado misturado.

      • Obrigada Roberto, tinha visto em um site um índice de saponificação para o óleo de algodão bem alto, por isso te fiz a pergunta; consultei agora e vi que no site eles se referiam a hidróxido de potássio, e não hidróxido de sódio (Índice de Saponificação – mg KOH/g – 189 – 198). Por isso a confusão. Que bom, vou poder fazer meu sabão de óleo de cozinha. Grande abraço!

  19. Roberto, vou te aperrear mais uma vez: nesse fds eu fiz o sabão com óleo de cozinha usado, usando a proporção indicada no seu post (70/20/10 de óleo usado/palmiste/palma) soda na concentração de 32%. Com menos de 48h ele já estava duro o suficiente para poder cortar, o pH está dentro da normalidade (10), enfim, deu tudo certo. Foi o meu presente de Natal :-)(gostaria de agradecer imensamente pela ajuda). Como eu nunca fiz antes um sabão com proporção de insaturados tão alta, estou em duvida por quanto tempo deve durar o processo de cura para que o mesmo fique bem firme. Estava pensando em 5 semanas, é muito tempo? Mais uma vez, muito obrigada pela ajuda.

  20. Olá Akira, boa tarde. Eu estou fazendo sabão com óleo de cozinha usado há um tempo e vendendo só para “pia e tanque”. Agora vi aqui seu post e fiquei com vontade de usar também para banho, mas não é muito agressivo o óleo usado? Digo, tipo sujo?! Para tomar banho todo dia não seria ruim?! Obrigada

    • Tadzia,
      Se vc limpar o óleo muito bem, poderia até usar no banho. O sabão de óleo usado com a quantidade de soda correta, não é agressivo, alias, é um sabão muito emoliente, mas limpa pouco, não faz muita espuma e não tem dureza e portanto não é a melhor alternativa para o banho.

      • Obrigada Aira. Mas com esta mistura com outros óleos como esta sua receita é para o banho né? Ou você fez para usar em “pia e tanque” também? Só fiquei com esta dúvida. Obrigada novamente

  21. Bom dia sr. Japudo, sou uma grande admiradora do seu trabalho de divulgação! Parabéns pela disseminação de tanto conhecimento. Em relação a esse sabão feito com óleo reciclado, notei na calculadora mendrulândia que o iodo fica alto, o que aumenta a chance de rancificação, estou certa? Nesse caso, qual o prazo de validade desse sabão. Outra dúvida, se adicionar vitamina E, diminui a chance de rancificação? Se sim, qual a quantidade. Um abraço e obrigada.

    • Raquel,
      O sabão de óleo usado é predominantemente constituido de óleo de soja, que é um óleo poli-insaturado e portanto, com alto índice de iodo e sujeito a rancificação (oxidação) facilmente. A vitamina E é um anti-oxidante mas seria um desperdício usa-lo em sabão de óleo usado, é mais apropriado para cosméticos.

  22. Olá Akira !
    Primeiramente parabéns pelo seu nobre trabalho.
    Gostaria de saber se a densidade de todos esses óleos vegetais, inclusive de origem animal, que são utilizados na produção de sabão, possuem valores aproximados.
    Aproveitando gostaria de ver uma tabela de densidade dos óleos.
    Obrigado e um abraço.

  23. Ola , boa tarde Seu Roberto ,por favor depois que eu diluir a soda na água , já posso despejar aos poucos no óleo ou tenho que deixar esfriar a soda diluída esfriar ?

      • Ok , muito obrigado Japudo , eu só uso óleo de soja usado .A proporção de 100 g de óleo eu uso 13,5 g de soda e 28,9 g de água, está certo ? Na questão da água é medido no litro ou é mesmo na balança de peso?Com todos os ingrediente usei o peso , só no óleo que usei a medida de litro, está errado ou certo ? Mas o sabão ficou pegajoso mas firme ,porque?e por favor me diga por quanto tempo tenho que mexer a mistura no balde se eu trabalhar com 2000g ou 2000ls de óleo …. a soda 99% é ideal ou tem que ser a de 97% mesmo? aquele abraço…..

  24. Pode me enviar por favor o tamanho dá sua forma de sabão óleo usado, e o tamanho do sabão, e a receita também, muito obrigado

    • Rosange,
      O tamanho do molde depende da quantidade que for fazer cada lote de sabão. Vc precisa calcular, é só multiplicar largura x comprimento x altura

  25. Olá, Akira. Boa tarde!
    Sou entusiasta da saboaria natural e costumo fazer sabonete pode banho para uso próprio. Já testei receita suas como a de shampoo em barra e inclusive fiz os moldes e cortadores com a ajuda de seus downloads! Obrigada por disponibiliza-los. Minha dúvida é que me doaram oleo usado e pensei em fazer esse sabão e doar para a instituição de caridade, e ela revender em seu próximo evento. Sei que tem o tempo de cura de ~ 30 dias, mas não daria tempo. Poderia colocar etiquetas destacando a necessidade do tempo de cura, mas me preocupa a segurança de alguém que resolva não respeitar. É perigoso para saúde a manipulação dele ou apenas irá intervir na dureza e/ou propriedades do sabão?
    Desculpe o post long e muito o rigada desde já!

Deixe uma resposta

O seu endereço de email não será publicado Campos obrigatórios são marcados *

Você pode usar estas tags e atributos de HTML: <a href="" title=""> <abbr title=""> <acronym title=""> <b> <blockquote cite=""> <cite> <code> <del datetime=""> <em> <i> <q cite=""> <s> <strike> <strong>