Sabão de óleo usado – carbonato de calcio

P1030287Rev TituloObservei que algumas inicitiavas de reaproveitamento de óleo usado com a produção de sabão, tanto de empreendedorismo individual quanto de ONG, usam o carbonato de calcio ou dolomita – minério de carbonato de calcio e magnésio.

Fiquei curioso porque a adição destas cargas onera os custos do produto e só justificaria se tivesse uma função muito específica. Pedi informações e como ninguém respondeu, resolvi fazer alguns testes.

sabao oleo usado caco3A fórmula usado foi essa. O corante base água de cor azul foi usado para a melhor visualização do teste.
P1030290tituloP1030291tituloPara medir a diferença na dureza do sabão foi improvisado este dispositivo que imita um aparelho de medida de impacto. Consiste de um tubo direcionador, de 1 metro de altura por onde é  lançado uma haste de aço com 15g de peso. Por gravidade esta haste percorre o tubo direcionador e penetra na massa de sabão. A dureza é medida pela profundidade de penetração (mm).

impactoO sabão ficou secando 25 dias antes do teste de dureza e ambos, o com e o sem carbonato, tiveram o mesmo valor de dureza de 6 mm.

P1030303O teste de formação de espuma foi feito com um pincel de barba friccionado de modo padronizado no sabão para desenvolver a espuma. Não foi notado nenhuma diferênça. O comportamento do sabão molhado também foi identico, formando a “baba” característica deste tipo de sabão.

Para testar a oxidação (rancidez) do sabão, estes foram deixados ao lado de uma janela de vidro exposto ao sol direto da manhã por 10 dias.

P1030453textDiferênça significativa, o sabão com carbonato de calcio tem muito melhor resistência a oxidação.

Conclusão:
Pelo que foi testado só podemos dizer que o carbonato de calcio melhora a resistência à oxidação deste tipo de sabão que é muito propenso a rancificar.
Acredito que não seja esse o principal motivo de usar dolomita ou carbonato de calcio no sabão de óleo usado, mas infelizmente não consegui ter mais elementos que pudessem justificar o seu uso. Lamento também que as pessoas que usam este tipo de carga não divulgem os méritos de se fazer isso, de tal modo que justifiquem o penalti nos custos, todos sairiam ganhando.

81 ideias sobre “Sabão de óleo usado – carbonato de calcio

  1. O carbonato de cálcio é utilizado, industrialmente, como branqueador óptico, para reduzir a quantidade de dióxido de titânio da formulação e assim, baratear a produção. Tem também a função aumentar a absorção de umidade do ar, evitando o ressecamento do produto acabado e a formação daquelas tradicionais rachaduras que se vê com frequência nos sabonetes.
    Não sei se faz sentido adicionar esse componente em sabonetes artesanais, mas quem o faz, com certeza deve ser pelos mesmos motivos da indústria, mas sem a real certeza da necessidade.

    Abs

    Maria Paula

      • O carbonato de cálcio é uma alternativa ao dióxido de titânio (Tio2) como opacificante com vantagens ambientais. Branqueadores ópticos são os derivados do diestiril bifenil dissódico, muito usados nos detergentes industriais. São altamente poluentes e causam lesões graves na visão dos seres que vivem nas águas dos rios após seguirem com as águas servidas que reagem com a luz solar (esgoto das lavanderias).

  2. O carbonato de cálcio teoricamente reage com ácidos graxos livres e forma sabão (duro e insolúvel). Como você não notou diferença na dureza, possivelmente o carbonato de cálcio perdeu a “concorrência” por possíveis ácidos livres para a soda cáustica e ficou intacto misturado fisicamente ao sabão. Se você colocar o carbonato de cálcio sozinho no início e depois de um tempo a soda cáustica, possivelmente terá um sabão mais duro, a depender da quantidade de ácidos graxos livres do óleo.

    A justificativa principal para um sabão com uma parte de sabão de cálcio, a princípio me parece a de fazer com que o sabão suporte ainda mais água como carga.

    O carbonato de cálcio como aditivo, o que deve ser o caso nesse sabão em especial, além do que você e a colega colocaram, pode exercer também uma função de plastificante no caso de processos industriais.

  3. Hola Roberto.

    Si con la adicción de carbonato de calcio se observa que el jabón es resistente a la oxidación o el enranciamiento, esto ¿no justificaría su utilización?

    Saludos.
    Blanca.

  4. Roberto, primeiramente gostaria de lhe agradecer sua generosidade em não reter o seu conhecimento e divulga-lo desta forma tão agradavel de aprender. Tenho lido muito a respeito da fabricação de sabão artesanal , mais precisamente na utilização de oleos e gorduras oriundos das nossas cozinhas. Ja fiz sabão bom e alguns não tão bons, devido a curiosidade em acrescentar algo a formula para deixar o sabão “melhor”…….quanto ao carbonato de calcio, ja li que ele é utilizado como carga para aumentar o peso do sabão e assim melhorar o rendimento da produção.

  5. Eu sinto vontade de usar o carbonato porque gosto de coisas naturais e a soda cáustica é algo muito abrasivo e quimicamente tratado, enquanto o carbonato de cálcio eu posso obter de algo natural, como uma pedra. Não gosto de coisas industrializadas.
    Faça o experimento usando oleo de coco prensado a frio, no lugar do óleo velho.
    Gostaria de saber se posso substituir 100%, da soda, pelo carbonato.
    Sabe qual é o ph dele?

    • Você pode fazer sabão sem soda usando o método antigo do sabão de cinza, também conhecido por sabão de coada.
      O sabão de coada era também o sabonete que as pessoas usavam.
      Como você não gosta de coisas industrializadas, pode gostar deste método.

      • Olá, sabão de cinzas nada mais é do que potassa. no processo de queima fica o que a árvore(madeira) retirou do solo que é o potássio. POTÁSSIO
        Foi obtido pela 1a vez por Sir H. Davy,em 1808 por ELETRÓLISE DO HIDRÓXIDO DE POTÁSSIO FUNDIDO
        Todas as plantas terrestres contém quantidades consideráveis de compostos de potássio provenientes do SOLO. Espero poder ter contribuído com este maravilhoso site do Sr. AKIRA.

  6. GOSTARIA DE SABER UMA INFORMAÇÃO, QUAL É A RECEITA PARA A FABRICAÇÃO DO SABÃO CASEIRO USANDO O CARBONATO DE CÁLCIO, QUAL A QUANTIDADE DE AMBOS OS INGREDIENTES.

  7. O carbonato de calcio é o mesmo q barrilha, encontrado nas lojas de produtos para tratamento dágua para piscina, ele aumenta o PH da àgua, é um alcalinizante, o preço de 1Kg fica em torno de R$ 10,00.

  8. ola gostaria de saber qual a quantidade de carbonato da caucio que e acrescentada a mistura
    faço sabão caseiro a algum tempo tenho uma pagina no face, e a algum tempo queria colocar o carbonato mais nao sabia bem pra que servia e quantidade, desde ja agradeço

  9. Lí em algum lugar que o carbonato de cálcio ajuda na limpeza, retira manchas diversar. Também creio que em casa que vendem produtod quimicos devem vender o carbonato de cálcio.

  10. qual a quantidade de carbonato de cálcio devo usar para fazer sabão ecológico por exemplo se eu usar 5lt de óleo quanto colocaria de carbonato de cálcio gostaria de poder melhorar a qualidade do meu produto aguardo uma resposta s/m obrigada.

      • Li que se pode conseguir hidróxido de cálcio colocando a cal extinta (cal de construção) (ou o calcário dolomítico, usado na agricultura ?) em água. Na reação com a água, o carbonato se transforma em hidróxido, que é saponificante, ou seja, também produz sabão (por isso é que se se usar 10% em uma receita, diminui-se a quantidade de hidróxido de sódio).
        Li também que o hidróxido de cálcio demora mais tempo para saponificar. A sugestão de um outro comentário de primeiro deixar processar a saponificação pelo hidr. de cálcio está correta, devendo ser acrescentado que se deve aquecer a massa, de preferência em banho-maria, para apressar, e esperar mais tempo para completar o processo de reação com os óleos graxos(quanto é que não sei). Pode-se tb tentar colocar álcool e ver se tb acelera o processo retardado de saponificação com carbonato(na verdade, hidróxido de cálcio, em questão).

        Como não sei os detalhes de extrair hidr. de cálcio a partir de cal de construção ou de calcário dolomítico, fiz uma primeira experiência colocando a cal na receita diretamente, que clareou mais o sabão e pude usar uma quantidade menor de soda. Provável o benefício de mais esta razão : diminuir o custo com soda, caso se confirme que cal de construção, ou de agricultura, ajude na saponificação. Usei 3.6 litros de óleo de cozinha, 2.4 de óleo de abacate : total de 6L de óleo(em vez de 4.5 a 5), 1K de cal e 1 K de soda a 70%(da mais barata). Água tinha até demais, pois nesta receita usei 3.6 litros de óleo de cozinha e 8 de “vitamina” de abacate, sendo destes 8, 2.4L de óleo do abacate e 5.6 de água(do abacate). O sabão pastoso de abacate com cal extinta ficou muito bom, com um leve cheiro de amoníaco, de um lindo verde-claro, mas muito alcalino e provavelmente com excesso de soda, embora tenha colocado um total de 6 litros de óleo para 1 K de soda de baixa concentração. Fiz no banho-maria (processo a quente).
        Já preparei mais 10 litros de abacate e misturei com 2K de cal dissolvidos em 2 L de água. Já estão juntos há quatro dias e nada de saponificação (sem mexer/bater e sem aquecer), certamente porque estes dias está frio. Mais tarde vou aquecer os dois (os três !!) em banho-maria e ver no que dá.
        Acho que o Akira e os leitores devem fazer outras pesquisas e experiências de se conseguir hidróxido de cálcio barato (com cal de construção (comprei acho que 30K por 8 reais) ou com calcário para agricultura. Também tentar fazer sabão com maior quantidade do H. de cálcio, ou com tudo, observar características e etc….E principalmente publicar aqui os resultados para compartilhar. Parabéns e grato por esta sua qualidade, Akira !!

        • Luiz,

          Cal hidratada = Cal extinta = Hidróxido de Cálcio – Ca(OH)2

          O Hidróxido de Cálcio é obtido da hidratação do Óxido de Cálcio – CaO
          CaO + H2O —-> Ca(OH)2

          O Óxido de Cálcio = Cal viva = Cal virgem é obtido da calcinação do calcário = Carbonato de cálcio a 850 – 900°C
          CaCO3 —> 900°C —> CaO + CO2

          O hidróxido de cálcio é uma base fraca e a saponificação é muito lenta, demora semanas para completar e era muito usada na fabricação de graxas de cálcio devido ao sabão de cálcio ter muito baixa solubilidade.

          O cálculo da quantidade de hidróxido de cálcio para saponificar os óleos é calculada do seguinte modo:
          obter o índice de saponificação do óleo que é expressa em mg de KOH/g de óleo e dividir por 0,7558 que é a relação de PM entre KOH e Ca(OH)2 = 56,10/74,093
          No seu caso de 3,6 litros de óleo usado e 2,4 litros de óleo de abacate seria:
          3,6 + 2,4 = 6 litros = 5,52 kg de óleo cujo IS médio seria = 0,186 g de KOH/g de óleo, o que daria 0,186/0,7558 = 0,246 g de Ca(OH)2/g de óleo = 5552 x 0,246 = 1,36kg de hidróxido de cálcio

  11. Boa tarde, eu estou querendo começar uma produção de sabão a partir da reciclagem do óleo, eu lhe todos esses comentários e gostei muito, alguém de você sabe mim dizer como registrar essa fabricação de sabão, e também preciso de um químico para mim da um auxilio.

  12. Bom dia! Gostaria de saber por qual produto eu posso substituir o Carbonato de Calcio. Como é dificil encontar isso aqui em Belém. Nao consegui ainda. È pra fabricação de sabão em barra. Preciso demais de sua ajuda. Agradeço muito se você me responder. Elizabeth Monteiro – Belém-Pa

      • olá, realizo a fabricação de sabão ecológico a mais de 5 anos, uso o carbonato de cálcio para fabricação do mesmo, a diferença é enorme usando ele…(barrilha leve)
        a receita é a seguinte:
        7 litros de óleo bem coado se possível umas 5 vezes
        1,5 lt água filtrada
        500 gr barrilha leve (carbonato de cálcio)
        1kg soda minimo 97% de pureza

        A ” manha ” é vc misturar o carbonato com óleo antes da soda. Você terá um sabão mais consistente

    • BATA CASCA DE OVO SECA NO LIQUIDIFICADOR A CASCA DO OVO É COMPOSTA DE 94% DE CARBONATO DE CÁLCIO. estou pesquisando isso faz dias já. pq resolvi ser um discipulo do ROBERTO AKIRA.

  13. Olá! Moro e Natal RN, e fiquei bastante curioso para saber mais sobre o carbonato de calcio na fabricação de sabão reciclado. No entanto percebi por meio de uma entrevista que, o CaCO3 tem como objetivo reduzir o tempo de cura (secagem), e com isso colocá – lo em menos tempo para o manuseio. Espero que este comentário ajude no enriquecimento de experiência na produção de sabões. Obrigado pela oportunidade!

  14. Boa noite Akira! Estou muito entusiasmado com este hobi maravilhoso que descobri. Penso em desenvolver os sabões para uso pessoal e vendas. Percebi que o melhor conteúdo sobre sabão encontrei aqui. Por isto me sinto mais confiante que antes e estarei pronto para divulgar novidades que surgirem ao longo dessa nova experiência na área. Agradeço pela oportunidade de conhecimento por sua parte em divulgar seus trabalhos e experiências sem nenhum egoísmo, isto mostra a importância de pessoas com atitudes como esta no desenvolvimento social e moral. Lhe tenho como exemplo e respeito sua honestidade. Desde já agradeço pela dedicação ao seu público e com muita paz, saude e sucesso seja sua jornada!

  15. Olá! Como prometido estou postando aqui os resultados de minhas experiências com o sabão caseiro reciclado. Fiz a seguinte mistura:
    2000g óleo soja usado
    272g soda escamas
    272g água fria ( espere esfriar após a diluição )
    373g de cal hidratada (direto no óleo )
    Lentamente acrescentei a soda no óleo e em 9 segundos a mistura ficou homogenia, consistente como doce de leite bem grosso. Levei um susto quanto ao tempo de preparo! Creio que com a quantidade de (cal hidratada ) que coloquei podereireduzir na quantidade da soda 1/3. Do contrário esperarei que o sabão fique ressecado ao ponto de esfarelar ou com uma anti oxidação prolongada. Se houver por parte dos colegas alguma dica, ficarei muito grato e feliz pela ajuda. No mais, muita paz e harmonia para todos.

  16. Boa Noite Roberto,

    Fiz o sabão com óleo usado, utilizando a fórmula em multiplicando a quantidade de óleo, para quantidade de soda. A quantidade está correta, porém o sabão esta macio, porque não coloquei álcool. Quanto tempo demora para obter a dureza do sabão e poder tirar da forma. Hoje faz 2 dias. Atenciosamente,

    SONIA C MOREIRA

  17. SR.AKIRA boa noite, primeiramente gostaria de disser que sua generosidade em passar seu conhecimento é louvavel pois poucas pessoas o fazem com tanta clareza e consideração ao próximo !
    Gostaria muito de fazer sabão caseiro para vender e ter uma renda extra pois tenho três filhos pequenos e estou desempregada, mas consigo juntar muito óleo usado por isso pensei em fazer sabão caseiro porém sinto uma certa dificuldade em acertar a massa , não sei se por causa do óleo ou da sóda ou mesmo pela quantidade dos ingredientes , gostaria muito de uma fórmula basica e correta pois tenho observado muita diferença nas receitas quanto a quantidade de sóda principalmente , desde já agradeço e que Deus continue te abeçõe ainda mais !

  18. Bom dia SR..Akira estou iniciando uma pequena produção de sabão com óleo reciclado.Gostaria de saber que corante utilizar para que meu sabão fique com uma tonalidade bem branca,pois depois de seco ele fica bege claro, e me encomendam muito sabão com essência de coco.Acho que fica meio estranho sabão de coco com tom bege claro.O que fazer e que produto poderia acrescentar na minha fórmula pois depois de seco com o passar dos dias ele vai ficando meio derretido,não com uma consistência apresentavél

    • Marcelo,
      Para dar a cor mais branca é usar dióxido de titânio.
      É característica do sabão de óleo usado a falta de dureza.
      Um modo de melhorar a dureza e tb o poder de limpeza é adicionar na composição o óleo de coco

  19. Boa noite Roberto,

    Gostaria de saber se a fórmula de sabão líquido, o cálculo do óleo e soda é o mesmo índice do sabão em barra? Desde já agradeço.

    • Sonia,
      Se for fazer sabão liquido usando soda, o calculo é o mesmo.
      Porem se for usar o hidróxido de potássio para fazer o verdadeiro sabão liquido, tem que usar os valores do índice de saponificação do hidróxido de potássio

  20. faco sabao a 30 anos,,,nunca consegui fazer sabao em barra so com oleo…sempre coloco banha ou gordura animal no meio fica uma maravilha…

  21. Bom dia , Sr.Akira,gostaria por gentileza me esclarece uma dúvida,assisti um video de um sr.explicando como produzir soda caústica 32%.Ele orienta que para se fazer esta soda deve-se usar 3.063Ml de agua para dissolver esta soda que se transformará em soda 32%.Minha composição do sabão é 5L.Óleo,2.310 Ml. de soda pela explicação deste sr.Minha dúvida é a quantidade de soda 32% para 5L.de óleo .esta correta em 2.310 ML PARA FABRICAÇÃO DE SABÃO EM BARRAS.Esta soda 32% ele informa que é a composição utilizada na industria de saponificação.Me chamo Marcelo (Resido em Osasco-SP)

  22. sr akira gostaria que o sr podesse me mandar o curso de sabao em barra li suas esplicaçoes e gosteimuito desde ja meus sinceros agradecimentos que deus lhe abençoe sempre meu muito obrigado espero sua resposta

  23. Olá boa noite Sr.Roberto qual o preço do curso q o Sr. Ministra e quanto tempo leva? Se possível for responder no email.
    Desde já agradeço a sua atenção obrigado boa noite.

  24. Faço sabão pastoso a mais de 5 anos,ele fica muito bom,porém depois de
    dois dias ele endurece, e para utiliza-lo sou obrigado a por aguá .Como fazer
    para que ele tenha a maciez do sabão pastoso vendido em mercado ?
    Minha receita
    350 G Soda caustica
    2/1/2 óleo reciclado
    1/2 agua aquecida

Deixe uma resposta

O seu endereço de email não será publicado Campos obrigatórios são marcados *

Você pode usar estas tags e atributos de HTML: <a href="" title=""> <abbr title=""> <acronym title=""> <b> <blockquote cite=""> <cite> <code> <del datetime=""> <em> <i> <q cite=""> <s> <strike> <strong>